Atlas

R$38,00

Paul Nizan, amigo de infância de Jean-Paul Sartre, antecipou a terrível crise existencial de Atlas — personagem central deste romance dilacerado e inovador de P. H. Bojunga — quando escreveu, quase um século atrás “Eu tinha vinte anos. Nunca deixarei alguém dizer que é a mais bela idade da vida.”

Atlas é um adolescente, no caso, de dezessete anos, que amadurece torturado pelos Deuses. Tudo ameaça envenenar seu dia a dia na delicada travessia para a vida adulta: o amor, as ideias, a família, os amigos, a escola, a dificuldade em encontrar um papel que não esbarre na angústia da despersonalização, no sofrimento gratuito e inútil. A dor simplesmente se instila e se instala sobre sua alma sombria. Num estilo enxuto, cortante, sempre a evitar a autopiedade, Atlas nos conduz por esse dédalo interior que o imobiliza e enlouquece, nos força a acompanhá-lo nessa minuciosa descida ao inferno pessoal. Em vez de um romance de construção (Bilgsdunroman), o autor nos dá um romance de desconstrução (dekonstruktionenroman) em que a poesia, o humor e a ironia nunca estão ausentes.

Claudio Roquette

Você também pode encontrar “Atlas”, em versão digital, clicando AQUI. 

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Atlas”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *